A falsa preferência dada à vida

Publicado na lista “bicicletada-pe@lists.riseup.net”, 10 de maio de 2009

O que é maior: o dinheiro que circula na rede de transações econômicas
envolvendo o carro, ou a burrice que vai no rastro dele? 

Soube hoje que na Europa existe um mega-projeto de pesquisa (desses que torram inúmeros $) pesquisando formas de tornar o carro mais seguro [1]. Entre as várias idéias, uma que está sendo testada é colocar air-bags externos nos carros. Segundo o “cientista”, eles estudaram toda a fisica da colisão carro-pedestre, e amenizam estes impactos colocando um airbag na parte de baixo do pára-brisa [2] “onde a cabeça costuma bater”, reduzindo as chances de um acidente ser fatal ou deixar sequelas.

E também há toda uma legislação por trás, exigindo que medidas semelhantes sejam incorporados nos próximos carros construídos. Por exemplo, vão exigir  freios ABS! Alguém diz que isso vai salvar as vidas de muita gente. Com toda essa movimentação, pesquisa, etc, dá até para pensar: “poxa, eles estão MESMO preocupados em garantir a
nossa segurança.”

Estranho é porque não pensaram primeiro em tirar os carros das ruas. Ora, não são eles que matam?! Proteger os pedestres não é sua prioridade? Porque não?

Ou ainda, se quiserem fazer isso de forma “etapista” (nova palavra tabu da bicicletada), poderiam começar pelas chamadas SUVs. Os carros grandes, estilo cherokee, ecosport, pajero, troller [3] e o famigerado Hummer (excelente para aquecer planetas, derreter geleiras e esburacar camadas de ozônio). Há um grupo [4] querendo banir esses carros das cidades inglesas pois são os que mais consomem combustível, os que mais poluem (por usar diesel), e os que têm mais chance de matar um pedestre numa colisão. Já seria um começo.

Ou melhor ainda: tirar o airbag interno do motorista e colocar uns espinhos. Aí ele ia tomar *bastante* cuidado para não frear bruscamente…

E os nossos legisladores? Obrigaram os carros a ter localizadores por satélite, e discutem agora se o airbag interno deve ser obrigatório. A quem eles estão querendo proteger? E olha que existe no Brasil a Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro [5]! Lema: “dê preferência à vida”. Tsc!

Mas achar que airbags externos vão deixar as ruas seguras é pura insanidade. Muito mais do que ossos se quebram em um acidente. A confiança de andar na rua. A idéia da cidade como um lugar convidativo e acolhedor. As seqüelas psicológicas de um acidente são muito profundas. Ou algum de vocês algum dia dirá para seu filho que “pode entrar na frente dos carros que nao vai acontecer nada com você, filho. eles têm airbag externo”? Detalhe: o airbag se preocupa em não tirar a visão do motorista, caso ele queira fugir da cena do crime!

Não entendo como nós deixamos isso ir tão longe. Fica a esperança de que algum dia os cientistas entendam a perda de tempo em que se meteram, e resolvam se dedicar a coisas mais nobres do que descobrir onde a cabeça bate no pára-brisa.

abraços.

ps: foi mal os links em inglês. Não achei nada em português sobre isso.

[1] http://www.aprosys.com/
[2] http://www.wired.co.uk/news/archive/2009-05/05/external-airbag-designed-to-protect-pedestrians.aspx
[3] Nomes engraçados. Cherokee e Pajero eram tribos indígenas americanas e nunca andaram de carro. Ecosport nao tem nada de “eco” nem de esporte. E Troller, para pessoas, não é um apelido legal.
[4] http://www.stopurban4x4s.org.uk/
[5] http://www.frentetransitoseguro.com.br/

Anúncios
Esse post foi publicado em Cicloativismo, Opiniões. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s